O dia em que Moisés falhou

21 11 2010

Ah, depressão….

A pobre senhora convocou sua filha para uma pequena reza de frente ao portão da UFPR e acabou que o o rapaz que trabalhava no local fechou o portão na cara da estudante e da mãe, enquanto elas terminavam a reza. Eis que a senhora protagoniza uma baixaria a níveis de quando descobriram que Maria Madalena era amante do Senhor Jesus o supremo.

Ahhhhhhh, que sensação maravilhosa saber que o ceticismo.net ira tratar disso mais cientificamente, porque eu realmente só consigo rir e rir e rir.

Eu não consigo imaginar o nível de maldade do cara que fechou a porta, mas o que eu posso afirmar com toda a certeza é que, não interessa se a mulher estava rezando, comendo, whatever, se existia um horário para ser cumprido, ele deveria ser cumprido.

~~~~SÓ DEUS POD ME JULGAR~~~~

Eu só queria entender a que níveis de sanidade estaria essa mãe, quando começou a bater no portão e a berrar enlouquecidamente na porta da faculdade. Ela realmente precisa de tratamento, porque um quero-quero faz menos barulho que ela, eu não consigo enxergar a estudante (talvez porque eu não paro de rir), e o pessoal fica observando o ataque de loucura da mulher.

“EM NOME DE JESUSSSSSS ABRAAA ESSA POOOORRRTAAAA”

Where is your god now? É galera, ela apelou tanto para o criador, que o cara reportou ela por spam e com certeza foi banido do reino dos céus.

A única coisa que me veio a cabeça quando o vi foi: THE BEST EVER GREATEST HIT FROM INTERWEBS.

Anúncios







%d bloggers like this: